Autor Tópico: A Bateria do Volkswagem Carocha  (Lida 1524 vezes)

Macario77

  • Hero Member
  • *****
  • Mensagens: 602
  • Pontos: 1
    • Ver Perfil
A Bateria do Volkswagem Carocha
« em: Abril 17, 2009, 10:33:18 pm »

A bateria exige alguns poucos cuidados que são amplamente recompensados pelo maior rendimento que dela se obtém e pela maior duração que se consegue.

O nível do líquido deve ser conservado a 5 mm acima dos separadores e quando for necessário completá-lo use unicamente água destilada, comprada em farmácia.

A parte superior se conservará completamente limpa e seca.

Os bornes merecem especial atenção: devem ser conservados limpos e bem apertados. O sulfato, por ventura acumulado, pode ser facilmente removido com uma solução de água e bicarbonato de sódio comum. Depois de bem apertados, os bornes são untados levemente com graxa sólida para rolamentos, não sendo permitido o uso da graxa de chassi.
Eventualmente, verifica-se a carga com o densímetro, cujas leituras são analisadas segundo o seguinte critério:

1.280 — 1.300 — bateria carregada.

Em torno de 1.210 — parcialmente carregada.

Abaixo de 1.150 — descarregada.

Uma melhor verificação da bateria se faz com um voltímetro com uma resistência de carga ligada em paralelo. Mede-se a voltagem de cada elemento separadamente. Durante a prova, a voltagem não deve ser inferior a 1,6 volts para uma duração de 10 a 15 segundos de teste. A voltagem normal é de 2 volts.

A ligação “massa” da bateria é feita no borne negativo. Há também um cabo ligando a transmissão ao chassi.